Voltar

‘O Último Ano do Tua’ em documentário

16 março, 2016 10:49 | Revista de Vinhos

O Esporão e a Plataforma Salvar o Tua (PST) lançam a campanha “O Último Ano do Tua”. O objectivo é sensibilizar a opinião pública para os efeitos “devastadores e irreversíveis” que a conclusão da barragem Foz Tua irá provocar na paisagem, na qualidade de vida e no turismo desta região, que integra o Alto Douro Vinhateiro, classificado pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade.


A campanha ‘O Último Ano do Tua’, produzida pelo Esporão em conjunto com a PST (da qual é signatário) teve a colaboração do realizador Jorge Pelicano que registou em quatro documentários, diferentes realidades e perspectivas do que está em causa na região. Pedro Duarte, Manuel Queiroga, Ricardo Inverno e Aníbal Gonçalves lançam o alerta para aqueles que poderão ser os últimos Dias do Tua, através do seu testemunho pessoal, relatando o impacto directo que o enchimento da barragem irá ter nas suas vidas e na região que habitam, defendem ou protegem.


Os signatários informam ainda que, para se solidarizar com esta causa, basta visitar o site da campanha www.ultimoanodotua.pt e enviar email/carta automático para a UNESCO. Na carta apela -se à UNESCO para cumprir a sua missão na protecção do património classificado, visitar a região, reunir com todos os afectados pela construção da barragem e, por último, colocar o Alto Douro Vinhateiro na lista do Património Mundial em Perigo.


A campanha, disponível exclusivamente nos meios digitais, assume também um carácter internacional no site www.lastdaysoftua.com, para que mais pessoas possam envolver-se e participar nesta iniciativa.


Pode ver os documentários nestes links:


Trailer: https://youtu.be/yzWtNFZsX2c


The Last Days of Tua: The Last Crop / A Última Colheita (Manuel Queiroga) https://youtu.be/0O43MCeXJAU


The Last Days of Tua: The Last Down-River/A última descida do rio (Ricardo Inverno) https://youtu.be/myl3KW7DCRM


The Last Days of Tua: The Last Walk /A Última Caminhada (Aníbal Gonçalves) https://youtu.be/X0R-LM_nSQU


The Last Days of Tua: The Last Harvest/ A Última Vindima (Pedro Duarte) https://youtu.be/lqFZMM3yj0A


 


Para a PST, e para o Esporão em concreto, os efeitos da construção da barragem serão altamente nocivos e irreversíveis, nomeadamente o impacto visual do muro de betão na foz do rio Tua, o afogamento de um dos mais ricos ecossistemas ribeirinhos selvagens em Portugal e as possíveis consequências para a produção dos vinhos e turismo nesta região.


Diz ainda o Esporão que “o que está em causa não é apenas a proteção ambiental de uma região considerada Património Mundial pela UNESCO. É também a preservação económica, social e cultural do Alto Douro Vinhateiro, a mais antiga região demarcada do mundo, de características únicas, ameaçada por um projeto que não traz vantagens ao território nem aos seus habitantes”. E o comunicado continua: “Apesar do avançado estado de concretização das obras, ainda é possível evitar o enchimento da albufeira, permitindo assim a tomada de acções fulcrais para a preservação ambiental da região, antes que seja tarde demais”.

Escrever novo comentário
0 Comentário(s)
Explore
© 2017 Revista de Vinhos
Todos os direitos reservados. Política de Privacidade
Media Capital Edições e Prisa Revistas

Ao navegar neste site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informaçõesAceitar

Os cookies são importantes para o correto funcionamento de um site. Para melhorar a sua experiência, o site Revista de Vinhos utiliza cookies para lembrar detalhes de início de sessão, recolher estatísticas para optimizar a funcionalidade do site e apresentar conteúdo de acordo com os seus interesses. Caso clique em Aceitar ou se continuar a utilizar este site sem alterar as suas configurações de cookies, está a consentir com a utilização dos mesmos durante a sua navegação no nosso site.

Fechar