De França para o Porto: Cocorico Luxury Guesthouse

Fotografia: Fotos D.R.
Partilhar
Luís Alves

Luís Alves

Espaço abriu no início do mês de Julho na Rua Duque de Loulé. Detido pelo grupo francês Millésime, o Cocorico inspira-se na ligação entre Portugal e França para inaugurar numa antiga guesthouse um espaço que também tem restaurante.

 

Da cozinha aos quartos, do pátio nas traseiras ao nome dos quartos, a ligação luso-francesa é omnipresente. Afinal de contas, o grupo que pegou em mãos esta antiga guesthouse é francês. O Millésime tem atualmente sete hotéis e oito restaurantes em França e escolheu Portugal e concretamente o Porto para fazer o primeiro investimento fora no estrangeiro.

O Cocorico Luxury Guesthouse tem 10 quartos, com preços que variam entre os 180 e os 280€. Os detalhes a que o grupo francês quis dar atenção estendem-se por todo o espaço. O nome dos quartos é disso exemplo e sublinha uma vez mais a ligação entre os dois países. Alexandra e Filipe, José e Joséphine, Catarina e Benoit, entre outros, corporizam à entrada dos quartos os laços de há muito tempo não só entre países mas sobretudo entre as pessoas.

Ainda sobre os quartos, dos 10 totais que o Cocorico Luxury Guesthouse oferece, três são familiares. Uma opção que reflete um dos públicos-alvo que esta unidade quer abranger.
O restaurante, à entrada do prédio, tem um ar de ‘brasserie’ parisiense, à meia-luz, em que a harmonização entre a cozinha francesa e os vinhos portugueses acontece em permanência. A ementa foi idealizada pela chef francesa Flora Mikula e interpretada por um chef local.

Grupo Millésime

Os novos proprietários do espaço, que fizeram uma remodelação total à ‘6 only’, a anterior guesthouse, detêm um grupo que até abrir o Cocorico apenas operava em França. Philippe Monnin e Alexandra Patek têm hoje sete hotéis e oito restaurantes em França, num valor de faturação que excede os 10 milhões de euros.

Atualmente, o grupo Millésime emprega mais de 150 funcionários. No Porto, foram mantidos os postos de trabalho que vinham da anterior guesthouse e o investimento total no Cocorico será no total de cerca de três milhões de euros.

A convite do grupo, a Revista de Vinhos esteve na abertura. Por lá, para além da visita ao espaço e da conversa com Philippe Monnin, proprietário do grupo que se mostrou “orgulhoso de estar a materializar a amizade entre Portugal e França, num sentido de preservação da tradição e de concretização de um desejo de estar em Portugal já com alguns anos”, o jantar serviu-se entre regiões.

Primeiro Provence. Uma salada niçoise de atum, confitada com legumes crocantes, vinagre e azeitonas. Depois Pays Basque. Uma dourada na prancha, pimentos, alcaparras, chips de alho, tomates confitados e legumes grelhados.

No final, a sensação de que a visita e o jantar tinham sido aquilo que os donos imaginaram para o espaço: uma travessia entre dois países, que podem partilhar gastronomia, bem-servir e um bom acolhimento mas que se ligam sobretudo pelas pessoas.

 

Rua Duque de Loulé, 97, 4000-325
Porto, Portugal
http://www.cocorico-porto.pt/

Partilhar
Voltar