The Yeatman: nova carta, 10 anos e duas estrelas Michelin

Fotografia: Fotos D.R.
Partilhar
Luís Costa

Luís Costa

Maturidade e consistência gastronómica associada à capacidade de inovar na continuidade – pode definir-se deste modo a essência da renovada carta do principal restaurante do Hotel The Yeatman, duas estrelas Michelin, em Vila Nova de Gaia, sob a liderança do chefe Ricardo Costa.

 


Num ano muito especial para Ricardo Costa, que celebra simultaneamente 20 anos de carreira, 40 anos de idade e 10 anos à frente da cozinha do Hotel The Yeatman – onde se encontra desde o arranque do projeto, depois da sua bem-sucedida experiência na Casa da Calçada, em Amarante –, a nova carta começa com os já habituais “snacks”, que quebram qualquer formalismo de um restaurante duplamente “estrelado”. Destaque para a Ostra que nos transporta para o Atlântico, o irreverente “Fish and Chips”, o Caranguejo de casca mole e o inimitável Frango piri-piri, uma recriação inspirada nas churrasqueiras portuguesas.


De regresso ao mar, o Lírio é uma versão perfecionista de um prato de assinatura, curado ao sal para uma maior intensidade de sabor. A cura antecipa a pretensão de Ricardo Costa em recuperar as técnicas de conserva, tradição centenária de uma região de pescadores, servidas depois numa escala de complexidade, do bivalve às ovas de robalo, passando pelo atum, bacalhau e enguia – naquele que é o momento mais surpreendente desta nova carta do restaurante gastronómico do Hotel The Yeatman.
Segue-se o prato de Choco, versão 2020, que traz uma dimensão mais cénica ao menu, todo ele pensado para despertar os sentidos. O menu mergulha depois até ao fundo do mar, para encontrar um prato de Raia acompanhada pelo molho de “pitau”, receita dos mestres da pesca feita à base dos fígados do peixe. E nesta descomplexa confiança, segue-se um dos pratos mais representativos das diferentes idiossincrasias da gastronomia nacional – a Lampreia, que naturalmente está apenas disponível nos meses de fevereiro e março.


Já em terra firme, desvenda-se uma Beringela disfarçada de borrego, num jogo muito bem conseguido de texturas e sabores, até chegarmos ao ex-libris do restaurante, o Leitão à moda da Bairrada, que é verdadeiramente crocante e absolutamente irrepreensível.
Nas sobremesas, a história conta-se na primeira pessoa. Natural de Aveiro, Ricardo Costa viaja até às memórias da Costa Nova, com a sua recriação de Ovos Moles e a famosa “Tripa de Aveiro” com chocolate. A gulosa combinação termina com um refrescante Ananás dos Açores com chá verde.


Destaque especial para os vinhos que harmonizam com as criações de Ricardo Costa, ou não fosse The Yeatman um hotel vínico conhecido por ter uma carta fabulosa, extensa e variada da responsabilidade da conceituada Diretora de Vinhos do universo Fladgate, Beatriz Machado. Num roteiro pela identidade e diversidade das regiões vitivinícolas portuguesas, que atravessa o país até às ilhas atlânticas, existem agora duas opções de complemento: uma seleção de excelência composta por seis vinhos que cruzam cinco regiões (180 euros) ou uma seleção de vinhos especialmente preparada para o menu (90 euros).
Refira-se que o menu completo tem o valor de 180 euros por pessoa, sem bebidas, e que o restaurante gastronómico The Yeatman está aberto exclusivamente ao jantar, com reservas que podem ser feitas para o e-mail www.the-yeatman-hotel.com/pt/gastronomia/restaurante/ ou telefone 220 133 100.


Membro da reconhecida cadeia Relais & Châteaux, o Hotel The Yeatman afirma-se como um embaixador dos vinhos nacionais, contando com a mais abrangente cave de vinhos portugueses do Mundo. O hotel tem vindo a merecer vários reconhecimentos internacionais e nacionais, entre os quais se destacam prémio “Most Excellent City Hotel” pela Condé Nast Johansens, “Best of Award of Excellence” pela Wine Spectator, a mais influente revista internacional de vinhos, “Best of Wine Tourism 2014” atribuído pela Rede de Capitais de Grandes Vinhedos, “Melhor Carta de Vinhos” pela Revista de Vinhos, “Restaurante com Melhor Serviço de Vinhos”, pela revista Wine, “Melhor Hotel Independente”, pela Publituris e “Garfo de Platina”, pelo Guia Boa Cama Boa Mesa do Expresso.

Partilhar
Voltar