Cunha Vaz defende direitos de autor para os média

Fotografia: Fotos D.R.
Partilhar
Redação

Redação

A consultora de comunicação pretende que os conteúdos gratuitos dos média deixem de existir.

 

A consultora Cunha Vaz & Associados tomou a iniciativa de contactar a Visapress para assegurar que os direitos de autor são pagos, relativos a artigos publicados nos meios de comunicação social em Portugal.

"Tomámos a iniciativa de contactar a Visapress para pôr fim a uma situação da qual tínhamos consciência de que não podia continuar. Os jornais e os jornalistas produzem conteúdo que é uma mais valia para a sociedade e esse conteúdo não pode ser distribuído gratuitamente quando as empresas de comunicação social incorrem num custo elevado para que todos estejamos informados com rigor e qualidade", referiu António Cunha Vaz, presidente da CV&A.

A consultora foi a primeira em Portugal a estar licenciada para a utilização e distribuição de conteúdos editoriais reproduzidos (clipping). O presidente da consultora acrescentou ainda que está "confiante de que o setor está sensível a esta questão e que outras empresas seguirão certamente o mesmo caminho".

Partilhar
Voltar