Francisco Toscano Rico lidera os Vinhos de Lisboa

Fotografia: Fotos D.R.
Partilhar
Nuno Guedes Vaz Pires

Nuno Guedes Vaz Pires

Em janeiro de 2019, a Comissão Vitivinícola da Região (CVR) de Lisboa terá um novo presidente. Ao que a Revista de Vinhos apurou trata-se de Francisco Toscano Rico, até aqui vice-presidente do Conselho Diretivo do IVV – Instituto da Vinha e do Vinho, que tomará posse no início do novo ano, assim que fique liberto das atuais funções.

 

Toscano Rico vai assumir o lugar de Bernardo Gouvêa, que havia sido eleito em junho para a presidência da CVR Lisboa, função que desempenhou durante cerca de seis meses. Como a Revista de Vinhos noticiou em primeira mão, Bernardo Gouvêa foi entretanto designado novo presidente do IVV, sucedendo a Frederico Falcão, que assumiu a administração do grupo Bacalhôa Vinhos de Portugal.

Francisco Toscano Rico será o quarto presidente da CVR Lisboa e lidera uma direção que mantém Carlos João Pereira da Fonseca como vogal do Comércio e José Bernardo Nunes vogal da Produção. Aumentar a notoriedade e as vendas dos Vinhos de Lisboa no mercado nacional, tendo a cidade de Lisboa por epicentro, continuará a ser dos principais objetivos da CVR, a par do incremento das ações promocionais nos mercados externos.

Quase no fecho do ano, a região de vinhos de Lisboa estima uma produção anual em 2018 na ordem dos 50 milhões de garrafas, 75% para exportação. Escandinávia, EUA, Canadá, Holanda, Bélgica, Reino Unido, Brasil, Angola e Ásia são destinos preferenciais dos vinhos de uma região que tem mostrado uma forte apetência exportadora.

Partilhar
Voltar