Morreu José Mateus Ginó

Fotografia: Arquivo
Partilhar
Redação

Redação

José Ginó ocupava o cargo de Presidente da Fundação Eugénio de Almeida (FEA) desde 2017.

 

José Mateus Ourives Ginó morreu esta manhã, vítima de doença prolongada. Era presidente do Conselho Executivo da FEA há pouco mais de dois anos.

Conhecido pelo grande profissionalismo e bom trato pessoal, formou-se em Engenharia da Produção Agrícola, em Gestão Comercial e Marketing, pós-graduado em Contabilidade e Finanças para não Financeiros e mestrado em Viticultura e Enologia. José Mateus Ginó conta meio século de percurso profissional. Entrou na FEA em 1999, como assessor comercial do Conselho de Administração e, em 2003, passou para a liderança da Direção Comercial. Há mais de um ano exercia funções como vogal do Conselho Executivo, assumindo desde 2017 a presidência, com os vogais Pedro Baptista e Maria Rosado. Nessa altura, quando tomou posse, estabeleceu como objetivos o trabalho "na marca Portugal e a aposta nas Denominações de Origem enquanto fatores diferenciadores".

José Ginó foi também fundador da Associação dos Jovens Enófilos do Alentejo, tendo sido presidente desta instituição nos seus primeiros seis anos.

A carreira profissional de Ginó começou na Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, onde exerceu várias funções, sobretudo na área vitivinícola.

A Revista de Vinhos endereça as mais sentidas condolências à família, aos amigos e à instituição que agora perde o seu Presidente.

Partilhar
Voltar