Beber

Quinta Vale D. Maria declara Vintage 2016

A colheita do ano 2016 é, para os Vinhos do Porto da Quinta Vale D. Maria, um ano de absoluta excelência e, por isso, é declarado como ano Vintage. A declaração Vintage, maior distinção dada a uma colheita de Vinho do Porto, é decidida por cada produtor e faz-se sempre no segundo ano a seguir à colheita.

Beber

'Pouca Roupa' branco e rosé apresentam-se para o Verão

O vinho Pouca Roupa apresenta-se trendy, irreverente, ousado e obrigatório num jantar entre amigos. Na versão “branco” ideal para pratos de peixe, mariscos, carnes brancas ou pastas; na versão “rosé” um must para aperitivos ou culinária oriental.

Beber

Paço de Teixeiró: de Baião à conquista do Mundo

O projeto da casa Montez Champalimaud nos Vinhos Verdes arrancou oficialmente na década de 80, mas a ligação da família à região remonta ao séc. XV. Este ano apresenta-se ao mercado com imagem renovada, com o objetivo de atrair novos consumidores nacionais e internacionais.

Beber

Quinta de La Rosa estreia “novo” perfil com o rosé de 2017

É chegado o momento ideal para anunciar o novo rosé da Quinta de La Rosa, uma das mais românticas propriedades do Douro Vinhateiro. O ‘Quinta de La Rosa rosé 2017’ apresenta-se bem ao estilo do consumidor actual. O enólogo Jorge Moreira viu-se “forçado” a desenhar um vinho rosado com uma tonalidade mais pálida, mas sem perder o seu carácter de terroir. 

Beber

Lancers propõe um verão vintage

Lancers, a icónica marca de vinho produzida pela José Maria da Fonseca, propõe um Verão Vintage, ao revelar o novo packaging da Edição Especial 2018. Fazendo alusão aos anos 50, com uma imagem que remete para o vestuário feminino de praia desta década, a nova “roupagem” do Lancers Branco e Lancers Rosé apresenta-se com sensualidade e atrevimento.

Beber

Conceito Tinto 2003, o regresso ao mercado 15 anos depois

Quando Rita Marques fez o seu primeiro vinho, o Conceito Tinto 2003, pôs de parte 1200 garrafas, para reserva da família. Agora, para assinalar os 15 anos da Conceito Vinhos, este lote vai ser relançado, celebrando uma das colheitas que ficou na memória do Douro. 

Beber

Casa do Arrabalde e Espinhosos 2017: Brancos de Quinta

A A&D Wines apresenta as colheitas de 2017 dos vinhos Casa do Arrabalde e Espinhosos. Com origem nas duas quintas, na região de Baião, onde a família iniciou o projecto A&D Wines, estes dois brancos expressam o carácter único do “terroir” e também da ligação orgânica dos proprietários à sua produção e às sua origens.

Beber

‘Pôpa TN’ e o ‘Pôpa VV' de 2014 chegam ao mercado

Dois vinhos com perfis habitualmente procurados por quem elege o Douro em garrafa, que nos chegam pelas mãos do enólogo João Menezes e resultante de um trabalho acompanhado na vinha e na adega pelos irmãos Stéphane e Vanessa Ferreira, os co-proprietários da Quinta do Pôpa e cúmplices nesta paixão pelo vinho há já 10 anos.

Beber

Oboé 17, o vinho da exceção à regra

Ostenta no rótulo um 17, mas não se trata do ano de colheita. Este tinto tem 17 graus de álcool e é já um vinho de culto para apreciadores. Ao mercado nacional chegam apenas 2.500 garrafas, às quais se junta uma edição especial de 100 garrafas em formato Magnum. 

Beber

Lavradores de Feitoria apresenta o novo rosé 2017

Depois do branco de 2017 – apresentado em Maio – é agora a vez do produtor do Douro Lavradores de Feitoria (LF) lançar o vinho homólogo, mas na versão rosado. De Norte a Sul do país e nas ilhas, já é possível pedir um ‘Lavradores de Feitoria rosé 2017’, um vinho cuja cor líchia salmonado nos desperta os sentidos para o Verão, que teima em não chegar em pleno... 

Beber

Real Companhia Velha lança brancos de 2017

O ‘Porca de Murça branco 2017’ chega ao mercado no ano em que a Real Companhia Velha assinala dos 90 anos desta marca de vinhos. Um vinho de cor citrina e aromas florais muito frescos  – características muito próprias das castas Moscatel e Fernão Pires – combinados com sugestões de lima e frutos brancos, derivados do Gouveio e do Viosinho. No palato, os sabores seguem a mesma linha de aromas e são complementados por uma acidez viva, proveniente da casta Arinto, tornando a prova jovem a refrescante. À mesa acompanha pratos de caril, peixes, marisco e saladas.