Beber

Covela, o romantismo de uma quinta sobre o Douro

A vontade de fazer vinho aconteceu naturalmente entre Marcelo Lima e Anthony Smith. Terão equacionado vários países possíveis para o investimento. América do Sul, França, norte de Itália, Alemanha, Áustria… mas ganhou Portugal. Porque, segundo os produtores, reúne tudo o que procuravam em termos de investimento: beleza natural, autenticidade do país e qualidade dos vinhos. Visitaram muitas propriedades em várias regiões mas, quando conheceram a Covela, sentiram que tinham encontrado o que procuravam.

Beber

O carvalho e o vinho: das florestas ao copo

A esmagadora maioria dos grandes tintos e uma boa parte dos melhores brancos do mundo amadurece por algum tempo em recipientes de carvalho. Mas qual é o sentido dessa ligação histórica da madeira com o vinho? De onde vêm as melhores árvores e qual o futuro destas florestas? Estivemos em França a convite do grupo Charlois para testemunhar, das bolotas em germinação aos copos cheios, os laços inquebrantáveis entre o carvalho e o vinho.

Beber

Porto Vintage 2016

Foi uma benesse para quem esperou – paciente mas arriscadamente – pela chuva que caiu no dia 13 de setembro de 2016. Nos dias antecedentes desse setembro de há dois anos, a maturação das uvas começara a abrandar devido a um período de estio quente e seco. Mas a partir daí voltaram as condições ideais que, nas últimas semanas, estão a levar a generalidade das grandes casas de Vinho do Porto à declaração do Porto Vintage 2016, como é o caso dos “pesos pesados” da Symington, Fladgate Partnership, Quinta do Noval, Sogevinus ou Sogrape.

Beber

Quinta da Pellada - O homem e o lugar

Entender os vinhos de Álvaro de Castro é do mais fácil que existe. Basta levá-los à boca e tudo fica cristalino. Eles vibram, pulsam. São cheios, múltiplos e ao mesmo tempo leves e frescos. São grandes vinhos. Mas para explicá-los, é preciso levar em consideração dois fatores primordiais: o homem e o lugar.

Beber

José Maria da Fonseca: Herança que se reinventa

Existe um certo ar de clã quando os vemos todos juntos. Quase intimida. Mas não assusta. Pelo contrário, queremos saber mais sobre uma família em cujas veias se mistura sangue e vinho, ou não estivéssemos perante as sexta e sétima gerações que prosseguem um trabalho ininterrupto desde 1834.

Beber

O Douro Superior a perder de vista

Fica em terras da Meda, entre a histórica cidade beirã e as termas de Longroiva, esta Quinta Vale d’Aldeia que se espraia num horizonte a perder de vista graças aos seus 200 hectares de área total. Tudo começou em 2004, com a aquisição dos primeiros terrenos, para se consolidar em 2009, com a construção de uma moderníssima e funcional adega. Um projeto vitivinícola do Douro Superior capaz de vinificar um milhão de litros por ano.

Beber

Espumantes 'Marquês de Marialva' premiados em França

No ano que marca a entrada dos espumantes MARQUÊS DE MARIALVA no mercado Francês, chega agora a notícia da atribuição de duas Medalhas de Prata no concurso Effervescents du Monde, o maior e mais reconhecido concurso de espumantes do mundo, que se realizou em França.

Beber

Christmas Wine Experience: mais de 200 vinhos no The Yeatman

Já se tornou uma tradição de Natal na cidade do Porto, mas este ano a grande celebração dos vinhos portugueses ganha novos protagonistas. O número de produtores duplica nesta 8ª edição, colocando à prova mais de 200 vinhos especialmente selecionados para a quadra natalícia.

Beber

Alvarinhos de Monção e Melgaço para todo o ano

Porque os Vinhos Verdes de Monção e Melgaço, tais como os da restante região, prestam-se ao consumo e com a gastronomia de todo o ano, a segunda edição do evento Monção & Melgaço à Prova no Porto reuniu seis chefes de referência nacional: António Carvalho, Álvaro Costa, Cláudio Policarpo, Hélio Loureiro, Marco Gomes e Renato Cunha, para apresentarem propostas gastronómicas inspiradas nos sabores de Outono harmonizadas com os Vinhos Verdes de Monção e Melgaço.

Beber

Domingos Soares Franco Moscatel de Setúbal 2002 no mercado

O Colecção Privada DSF Moscatel de Setúbal 2002 – Armagnac é o mais recente vinho de Domingos Soares Franco a chegar ao mercado. Resultado de vários anos de ensaios este Moscatel de Setúbal é elaborado com recurso a uma aguardente vínica de grande qualidade da região de Armagnac, e revela o espírito criador e a paixão do enólogo Domingos Soares Franco pela viticultura e enologia.