×
image

Nova colheita Tapada do Chaves

Fotografia: Fotos D.R.
Redação

Redação

A nova colheita de Tapada do Chaves Vinhas Velhas tinto 2013 representa o melhor do Alentejo, evidenciando a excelência das vinhas mais antigas da região alentejana, demonstrativas do terroir único de Portalegre.


São raras as propriedades vitivinícolas alentejanas que acumulam mais de um século de existência. O Tapada do Chaves Vinhas Velhas tinto 2013 (PVPR 110€) é proveniente de vinhas que cumprem 120 anos de idade e foi produzido a partir das castas Trincadeira e Grand Noir. 

Mediante uma vindima e seleção de bagos de uva manual e rigorosa, assegurando a sua elevada qualidade, o processo de vinificação seguiu-se de um desengace total e maceração peculiar pré-fermentativa a frio, durante 5 dias. Posteriormente, verificou-se uma fermentação alcoólica, desenvolvida de forma natural com as leveduras indígenas da uva, realizada em depósito de aço inoxidável a temperatura controlada. Após a fermentação foi realizada uma maceração pós-fermentativa de 30 dias, precedendo o estágio de 18 meses em barricas de carvalho português e francês, seguido de 24 meses em garrafa.

O ano vitícola de 2013 caracterizou-se, do ponto de vista climatológico, por um inverno e primavera com elevada pluviosidade, o que permitiu repor parte das reservas de água no solo, mas também por ondas de calor que condicionaram o ciclo vegetativo das videiras. Tal refletiu-se em maturações lentas, mas de elevado potencial qualitativo.

O Tapada do Chaves Vinhas Velhas 2013 é fruto de um trabalho artesanal, que revela o compromisso de evidenciar o clássico e, em simultâneo, manter-se contemporâneo. Remetendo para o imaginário alentejano enquanto é saboreado, o Tapada do Chaves Vinhas Velhas está disponível em garrafeiras, restaurantes habituais e na loja online.