Melting Gastronomy Summit mostra Portugal

Fotografia: Arquivo
Partilhar
Marc Barros

Marc Barros

O debate em torno dos temas da gastronomia, dos vinhos e da biodiversidade será o mote do Melting Gastronomy Summit, que terá lugar nos dias 14, 15 e 16 de novembro, no Centro de Congresso da Alfândega do Porto.


O evento é organizado pela AGAVI - Associação para a Promoção da Gastronomia, Vinhos, Produtos Regionais e Biodiversidade, em parceria com a Academia Internacional de Gastronomia. A apresentação decorreu no Mercado de Matosinhos, onde António Souza-Cardoso, responsável da entidade organizadora, referiu que o propósito do certame “é mostrar o melhor de Portugal” ao exterior, mas também “juntar ao passado a força de Portugal através da gastronomia”.

O Melting Gastronomy Summit conta entre os oradores convidados com figuras como o chefe brasileiro Alex Atala, o presidente da Slow Food International, Carlo Petrini, o presidente da Academia Internacional de Gastronomia, Rafael Ansón, o guru mundial do pão artesanal, Chard Robertson (dono da Tartine Bakery em São Francisco), o chefe taiwanês Andre Chiang (ex-chefe de cozinha do Le Jardin des Sens com três estrelas Michelin), Miguel Esteves Cardoso, Dirk Niepoort, o crítico de gastronomia do The Guardian, Jay Rayner, Mads Kleppe, sommelier do Noma, ou o chefe português Nuno Queiroz Ribeiro.

Articulado em quatro grandes temáticas que derivam diretamente do Sensacionismo promovido por Fernando Pessoa, descrito como por António Souza-Cardoso como “uma atitude cosmopolita de grande abertura ao estrangeiro e por um contínuo esforço de renovação”, o Melting Gastronomy Summit inclui conversas abertas, projeção de filmes, apresentação de ideias, projetos e negócios, provas, almoços e jantares, showcookings, divulgação de livros e intervenções artísticas, entre outras iniciativas.

Partilhar
Voltar