Beber

Ramisco

Poucas castas estão tão intrinsecamente associadas a um território como a variedade Ramisco o está a Colares.

Beber

Encruzado

Variedade branca autóctone do Dão, a Encruzado caracteriza-se por dar origem a vinhos sérios e estruturados, untuosos e de extraordinária capacidade de guarda.

Beber

Touriga Franca

Cruzamento das variedades Touriga Nacional e Marufo, é já a segunda casta mais plantada em Portugal, pois representa 7% do encepamento, com 13.445 hectares. Ao contrário do que a designação original Touriga Francesa possa sugerir, é uma casta bem portuguesa, nascida da necessidade de encontrar uma variedade que, no séc. XIX, fosse capaz de ultrapassar a dizimação provocada pela filoxera, sobretudo no Douro.

Beber

Bastardo

É, sobretudo, a norte de Portugal, entre o Douro e Trás-os-Montes, mas com presença em outras regiões do país, como a Beira Interior, que uma casta muito especial medra e desenvolve todo o seu potencial como uva para vinhos de mesa e, no caso do Douro, generosos.

Beber

Rufete

De origens desconhecidas, a casta Rufete encontra-se presente sobretudo no interior norte, mantendo-se especialmente popular na Beira Interior, região a que se adaptou singularmente bem.

Beber

Jaen

Foi um dos maiores mistérios da viticultura portuguesa. O nome espanholado, coadjuvado por outra das sinonímias empregues, Jaen Galego, já poderia indiciar fundamentos para uma indicação das origens mas, durante anos e apesar das suspeitas, ninguém lhe conseguiu adivinhar a paternidade. 

Beber

Fernão Pires

Trata-se da casta branca mais plantada em Portugal e ocupa uma mancha regular ao longo do país, embora seja nas regiões do Ribatejo e da Bairrada que assume maior protagonismo e maioridade. 

Beber

Castelão

Durante anos foi ovacionada sob o nome Periquita, apesar de este, legalmente, não ser aceite. Com a presente designação oficial Castelão, esta casta já mereceu muitos outros apelidos, entre os quais Castelão Francês.

Beber

Bical

A casta Bical encontra-se disseminada especialmente pela região das Beiras, particularmente nas denominações Bairrada e Dão. Marca igualmente presença assídua em Varosa e, embora menos continuamente, na Estremadura e Alto Alentejo.

Beber

Baga

Poucas castas têm a particularidade tão irritante de serem capazes de dar corpo a alguns dos melhores e piores vinhos de Portugal. Amada e detestada, é uma casta de extremos, uma casta difícil, uma casta caprichosa, a responsável maior pelos vinhos da Bairrada.

Beber

Avesso

Como casta, a Avesso não poderia ser mais explícita. O próprio nome encarrega-se de indicar a sua personalidade vincada e problemática. É verdade, a casta Avesso gosta mesmo de ser difícil, hostil, de cismas, do contra…do avesso.

Beber

Arinto

A Arinto está presente na maioria das regiões vitícolas portuguesas, como o comprova a vasta gama de sinonímias aplicadas a esta casta branca. O nome Pedernã sobressai, enquanto designação oficial da casta na região do Vinho Verde.