Beber

Pacheca: Uma história por caminhos cruzados

Os novos proprietários da Quinta da Pacheca estão para ficar no vinho em Portugal. Após a aquisição dos Caminhos Cruzados, no Dão, criaram o Grupo Terras e Terroir, que haverá de se expandir no curto prazo a mais regiões do país. No Douro operaram uma pequena revolução na histórica Pacheca, harmonizando o aumento de propostas de vinhos a experiências de enoturismo que têm encantado milhares de visitantes.

Beber

O gigante que também é artesão

Em Leça do Balio, sede da antiga UNICER, agora renomeada Super Bock Group, respira-se, primeiro, história – 1890, data de fundação da empresa – e, depois, dinâmica e dimensão. O grupo é grande, todos o sabem, mas a visita da Revista de Vinhos tem por objetivo um pequeno núcleo de produção onde não são feitos grandes volumes.

Beber

Sovibor

Fernando Tavares, o proprietário da distribuidora Sotavinhos, concretizou o sonho de também produzir vinho. Pensou em algo de pequena dimensão, mas uma oportunidade daquelas irrecusáveis levou-o a adquirir a Sovibor e, assim, a reabilitar um histórico de Borba. Os vinhos de talha e os Mamoré vinificados em lagar merecem apreciação atenta.

Beber

Quinta do Piloto: Identidade e convicção

Ao passar pelo Douro, bem junto ao rio, Filipe Cardoso olha sempre com admiração para a paisagem vinhateira, onde a insígnia de cada casa produtora está bem visível, quase sempre pintada em muros ou paredes exteriores de adegas.

Beber

Compre a sua vinha, faça o seu vinho

Cresce o número de projetos de enoturismo, por vezes com componente imobiliária associada, que permitem aos entusiastas deterem a sua própria vinha.

Beber

A primeira década dos “Vadios”

Uma história como tantas outras, na sua origem, mas com alguns traços que a distinguem e a tornam única. Comecemos pela parte comum: um grupo de amigos junta-se ao fim de semana para produzir cerveja artesanal em modo recreativo. O que já não é tão comum é um desses amigos ter uma sólida formação no domínio cervejeiro, facto que deu forte impulso ao projeto Vadia, uma cerveja artesanal já bem conhecida dos portugueses, a celebrar a primeira década de vida.

Beber

Abegoaria

Na Granja-Amareleja, algumas castas brancas como Manteúdo, Trincadeira das Pratas, Roupeiro, Perrum, Rabo de Ovelha e Diagalves (conhecida localmente por Pendura da Amareleja), são a alma dos seus vinhos brancos. Mas é a Moreto que acolhe o destaque pela identidade que confere aos tintos desta sub-região.

Beber

Casa do Valle, um blend de equilíbrios

A consistência que a Casa do Valle tem apresentado ao longo dos anos coloca-a, por direito próprio, no patamar dos produtores de grandes vinhos brancos da região dos Vinhos Verdes. A personalidade que lhe reconhecemos deve-se em larga medida ao feliz entendimento da geografia, um território de transição entre granito e xisto do qual resulta um blend de equilíbrios entre frescura e textura…

Beber

Carlos Campolargo

Carlos Campolargo é um dos mais interessantes protagonistas do vinho português. Muitas vezes politicamente incorreto – quando diz, por exemplo, que a Baga está plantada por toda a região Centro, não sendo um exclusivo da Bairrada e podendo até ter começado pelo Dão, ou quando apela a que a região produza menos vinho mas melhor vinho – , decidiu traçar um rumo para o projeto nascido em seio familiar e com convicção inabalável tem cavalgado sem olhar para trás.