Beber

Abegoaria

Na Granja-Amareleja, algumas castas brancas como Manteúdo, Trincadeira das Pratas, Roupeiro, Perrum, Rabo de Ovelha e Diagalves (conhecida localmente por Pendura da Amareleja), são a alma dos seus vinhos brancos. Mas é a Moreto que acolhe o destaque pela identidade que confere aos tintos desta sub-região.

Beber

Casa do Valle, um blend de equilíbrios

A consistência que a Casa do Valle tem apresentado ao longo dos anos coloca-a, por direito próprio, no patamar dos produtores de grandes vinhos brancos da região dos Vinhos Verdes. A personalidade que lhe reconhecemos deve-se em larga medida ao feliz entendimento da geografia, um território de transição entre granito e xisto do qual resulta um blend de equilíbrios entre frescura e textura…

Beber

Carlos Campolargo

Carlos Campolargo é um dos mais interessantes protagonistas do vinho português. Muitas vezes politicamente incorreto – quando diz, por exemplo, que a Baga está plantada por toda a região Centro, não sendo um exclusivo da Bairrada e podendo até ter começado pelo Dão, ou quando apela a que a região produza menos vinho mas melhor vinho – , decidiu traçar um rumo para o projeto nascido em seio familiar e com convicção inabalável tem cavalgado sem olhar para trás.

Beber

Aveleda, 150 anos

O vinho, não é segredo para ninguém, é um frequente enredo familiar. Independentemente da dimensão.

Beber

Cerveja Madam Lindinha Lucas

Diogo Trindade, um dos fundadores da Cerveja Madam Lindinha Lucas, fala com a Revista de Vinhos encostado à Alice, uma mota assim batizada, estacionada nas instalações da cervejeira.

Beber

Quinta da Folgorosa

Quando o empresário imobiliário sueco Thomas Lindeborg visitou a Quinta da Folgorosa como enoturista, não hesitou. A paixão pela costa de Portugal, pelo vinho e pela história moveram-no fortemente a adquirir uma das quintas de maior potencial de Lisboa, com muito para contar desde 1711.

Beber

Somersby lança primeira sidra com lúpulo em Portugal 

A nova Somersby Hops’N Apples, que combina a refrescância da maçã com o amargor do lúpulo, é a primeira sidra com esta alternativa diferenciadora a chegar ao mercado nacional. Produzida com recurso à técnica de dry hopping, normalmente usada no fabrico de cerveja, a nova Somersby proporciona uma "surpreendente experiência de sabor" para quem é apreciador de bebidas com um caráter menos doce. Junta-se ao portefólio da marca já a partir deste mês.

Beber

Quinta do Gradil

Luis Vieira é um corredor de fundo. Quando há 20 anos adquiriu a Quinta do Gradil, no Cadaval, assumiu o desígnio de recuperar o prestígio de uma propriedade cujos primeiros escritos remontam a 1492, tendo o apogeu acontecido séculos adiante, ao estar na esfera do Marquês de Pombal. As ideias confidenciadas e os projetos que foram sendo concretizados têm tido, a pouco e pouco, reflexo inevitável na qualidade dos vinhos apresentados. Hoje, a quinta apresenta referências que merecem degustação atenta, ao mesmo tempo que Luis Vieira alcança um dos objetivos de base – distinguir o Gradil do restante universo Parras, um dos principais engarrafadores portugueses, presente em diferentes regiões.

Beber

AdegaMãe

A constante ondulação de colinas e vales serpenteia o perfil dos vinhos da Adega Mãe. Os solos calcários ajudam a preservar a acidez natural dos vinhos e as elevadas amplitudes térmicas, com dias de verão e de pré-vindima que por vezes registam diferenças em torno de 15ºC graus.

Beber

Tapada de Coelheiros Garrafeira

Não, nem todo o Alentejo é igual. Basta, aliás, recordarmos tratar-se da região portuguesa com maior diversidade de solos. E, sim, os bons vinhos alentejanos conseguem evoluir muito bem, como ficou demonstrado nesta prova vertical do Tapada de Coelheiros Garrafeira, um ícone que em edições como 1996 parece querer atingir a imortalidade. 

Beber

Vinhos naturais: way of life

Começando pelo princípio, sem rodeios nem meias medidas: vinhos naturais são coisa que não existe.