Noval compra Quinta do Passadouro

Fotografia: Fotos D.R.
Partilhar
Redação

Redação

A Quinta do Noval anunciou a compra da Quinta do Passadouro, em comunicado de imprensa enviado às redações no final do dia de ontem.

 

"É com muito prazer que anuncio que adquirimos a Quinta do Passadouro à família Bohrmann, nossos vizinhos e amigos há muitos anos, comentou Christian Seely, Diretor Geral da AXA Millésimes e da Quinta do Noval.


A vinha do Passadouro é composta por duas parcelas principais, ambas semelhantes às parcelas da Quinta do Noval. Uma parcela no vale do Pinhão, onde se encontra a maioria da vinha da Noval, e que é considerado um dos melhores terroirs de vinha do Douro. E outra parcela no Roncão, onde a Noval também tem uma área de vinha importante com um terroir de alto nível. Os Vintages da Quinta do Noval são produzidos com uvas dos vales do Pinhão e do Roncão.

 
No comunicado pode ler-se ainda que a equipa do Passadouro vai continuar na Quinta e vai-se juntar à equipa dedicada da Quinta do Noval. "Desejamos manter a marca Quinta do Passadouro, que tem vindo a produzir vinhos impressionantes – vinhos do Porto e vinhos tintos do Douro – sob a gerência da família Bohrmann. O Passadouro foi cuidado com carinho pela família Bohrmann durante muitos anos, e estamos muito felizes por adquirir esta fantástica propriedade, e de poder continuar o excelente trabalho iniciado quando a vinha foi comprada por Dieter Bohrmann em 1991. As vinhas do Passadouro vão ser tratadas pela Quinta do Noval com a mesma devoção e estamos ansiosos por produzir muitos grandes vinhos neste lugar tão especial", afirma Seely.

Os 36 hectares da Quinta do Passadouro juntam-se aos 145 hectares da Noval, perfazendo uma área de vinha total de 181 hectares.

Os agora antigos proprietários da Quinta do Passadouro, no mesmo comunicado, através de Ans Bohrmann, administradora & co-proprietária, mostraram-se "encantados por ter encontrado um novo e forte proprietário para a Quinta".

No final do comunicado, a família Bohrmann agradece a todos os que contribuíram para o sucesso do Passadouro. "Chegou agora o tempo de entregar a um novo proprietário que possa construir sobre estas conquistas. Acreditamos que o profissionalismo da Quinta do Noval e os seus enólogos de renome são a combinação perfeita para garantir o sucesso a longo prazo do Passadouro. hoje é um dia emocional, como proprietário, ao dizer adeus à encantadora Quinta do Passadouro, às suas maravilhosas pessoas e requintados vinhos", pode ler-se, informado que a família vendedora continua a sua atividade no negócio do vinho, focada no seu projeto de vinho na Borgonha: Domaine Bohrmann.
 

Partilhar
Voltar