Região dos Vinhos Verdes investe 300 mil euros em campanha

Fotografia: Arquivo
Partilhar
Redação

Redação

A Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) acaba de lançar a nova campanha de comunicação direcionada para o mercado nacional. Com um investimento de 300 mil euros, “O que combina com Verde?” dá o mote para uma mensagem alicerçada na Liberdade, Felicidade, Reencontro e Família como valores fundamentais para um desconfinamento que dá maior expressão aos produtos nacionais.
 
Esta nova fase de comunicação relembra que “Há um Verde para cada momento”, pelo que o Vinho Verde assinala o “recomeço”, criando um vínculo emocional com os consumidores através das redes sociais, em meios exteriores como mupis e outdoors em toda a Região, e na imprensa, como sinal de reforço de uma comunicação plural:
• Imprensa em papel diária e semanal;
• Imprensa online;
• Revistas;
• Canais de televisão em sinal aberto;
• Canais de televisão por cabo.
 
A reforçar a campanha, os Vinhos Verdes estarão brevemente com ações promocionais na grande distribuição, com iniciativas para potenciar as vendas. Adicionalmente, será lançado um programa de incentivo a visitas à Rota dos Vinhos Verdes, durante o período de férias em território nacional, que permite descobrir toda a beleza natural e patrimonial da Região.
 
Num momento em que se prepara o regresso aos contactos personalizados junto de profissionais e consumidores, a CVRVV readaptou o Plano de Promoção dos Vinhos Verdes para 2020 e reforça a comunicação da diversidade de estilos dos Vinhos Verdes, distinguindo os vinhos Verdes jovens, leves e frescos, dos Vinhos Verdes mais intensos, complexos e estruturados, que tendo estilos diferentes combinam com momentos do dia e de consumo diversos, assim como harmonizam com gastronomias igualmente distintas.
 
“Neste longo confinamento, estivemos a trabalhar no sentido de ajustar a marca à nova realidade, tanto a nível nacional como internacional, cumprindo com as regras de contenção e distanciamento social que estes tempos nos impõem. Eventos como festivais de Vinho Verde agendados para Berlim ou Nova Iorque, ou ações para promoção de negócios entre produtores e compradores internacionais ficaram suspensos até que se reúnam as condições de segurança necessárias à sua execução. Mas outras ações personalizadas, junto de profissionais e consumidores, estão a ser trabalhadas.  Por isso, é tempo de fazer chegar a mensagem de liberdade e esperança que o Vinho Verde pode transmitir”, refere Carla Cunha, Diretora de Marketing da CVRVV.
 
Para Manuel Pinheiro, Presidente da CVRVV, “é preciso continuar também a comunicar a diversidade de vinhos que a Região dos Vinhos Verdes produz e a levá-los à mesa das famílias em Portugal e no mundo. Todos ambicionamos mais liberdade, todos desejamos conviver mais, e estes são os valores que os Vinhos Verdes representam. Portugal e os Portugueses mostraram o seu melhor durante a fase mais crítica destes tempos extraordinários. É chegado o momento de brindar com um Verde a um regresso cor de esperança”, destaca.

Partilhar
Voltar