Real Companhia Velha inaugura ‘Carvalhas Terrace’ no Douro

Fotografia: Fotos D.R.
Partilhar
Redação

Redação

Para a Real Companhia Velha, o ano de 2018 foi de uma grande novidade e investimento no que toca ao enoturismo, com a abertura do centro de visitas 17•56 Museu & Enoteca, localizado à beira do rio Douro, no Cais de Gaia. Um espaço cheio de dinâmica e que, passados apenas seis meses, ganhou o prémio de ‘Melhor Enoturismo’ pela Revista de Vinhos. Sem descurar está sempre o Douro e a sua emblemática Quinta das Carvalhas, situada na margem esquerda do rio, em frente ao Pinhão. Ou não fosse esta a jóia da coroa da ex-majestática Companhia. 

Mesmo a tempo da abertura da “época alta” – Abril a Outubro –, e das festividades e dias de lazer Pascoais, a Companhia acaba de inaugurar o ‘Carvalhas Terrace’, um espaço com capacidade para 80, onde o convite é para desfrutarem dos vinhos da Real Companhia Velha com uma incrível paisagem e sobre o rio. 

Mas esta não é a única novidade para 2019! Em comum têm o facto de serem ambas ao ar livre, que é, afinal, a melhor forma de apreciar o Douro e a sua inesquecível paisagem. A Quinta das Carvalhas dispões agora de uma nova estrada de acesso ao topo, onde a Casa Redonda mora a 550 metros de altitude. São 3,5km de vista, virada a sul/poente, num caminho polvilhado por pontos de interesse e onde é possível ver-se o pôr do sol “olhos nos olhos”. 

Novas apostas, em harmonia com a biodiversidade que advém da vinha, da mata, da flora e das aves que habitam na Quinta das Carvalhas, e que vêm complementar a inaugurada em 2016/17 ‘Ruína’ – um espaço de provas ao ar livre, localizado numa antiga ruína, instalada em plena vinha de montanha e debruçada sobre o rio Douro –, mas também as salas de provas indoor e a loja de vinhos da Quinta.

Partilhar
Voltar