Comer

Leonor de Sousa Bastos - doce poesia

Para recriar de forma inédita esta receita histórica, escolhemos alguém especial à altura deste desafio: Leonor de Sousa Bastos, que deixou tudo pelo amor à arte de criar doces. Com perícia, tempo e coração, reproduziu a fórmula de “pao de llo” do século XVI que consta do primeiro manuscrito de cozinha portuguesa. O seu blogue, Flagrante Delícia, é pura poesia e uma perdição para os olhos e a gula. Aliás, mergulha-se nos olhos de Leonor como quem cai numa nuvem de açúcar em pó. Talvez por isso mesmo a arte de criar doces bata a compasso com as palavras. A literatura, tal como a doçaria, consta dos seus amores primeiros.

Comer

Receita: Pitau de Raia

A sua carne é macia e branca, bastante sápida e firme. Mesmo assim, é pouco convincente para muita gente. A raia, belíssimo “peixe-pássaro” da família do tubarão, remete para a nossa identidade nacional e há um prato que incorpora essa história: o “Pitau de Raia”.