×
image

Beber

O nome João Portugal Ramos

Haverá alguma coisa que ainda não tenha sido dita e escrita sobre João Portugal Ramos? Percurso de vida de um homem que marcou, e marca, os vinhos do Alentejo e de Portugal.

Beber

O embaixador de bigodes da Vidigueira

Fomos recebidos com o sorriso franco e habitual de Paulo Laureano. A nova adega, junto ao IP2 (pouco depois da Ribafreixo), está ainda numa fase de pequenos acabamentos e mudança da zona administrativa. Toda a adega propriamente dita está em funcionamento, faltando apenas a sala de estágio das barricas ser devidamente ocupada por esses elementos, que lhe vão dar alma. Após a conclusão total dos trabalhos, vão ser iniciadas atividades de enoturismo, estando a ser equipada uma cozinha junto à sala das barricas, na qual Paulo Laureano promete demonstrar todo o virtuosismo (!). 

Beber

Ribafreixo: A construção de um sonho

Vamos encontrar a Herdade do Moinho Branco na saída sul da vila da Vidigueira, bem visível do IP2 (que liga Évora a Beja). É aqui que se concretiza o projeto de Mário Pinheiro e Nuno Bicó, a Ribafreixo Wines.

Beber

Júlio Bastos: o fidalgo no château de mármore

Júlio Bastos é um dos maiores nomes do vinho português. É daqueles craques de quem muito vai se falar mesmo depois que ter passado para outro plano. É uma mistura de tudo. O homem, o personagem, o produtor, o vinho, tudo se confunde e se completa. Traz no bojo uma história cheia de mundo, reviravoltas, dramas, superação, glória. Fosse um filme de Hollywood, o guião da vida de Júlio Bastos poderia ter sido escrito por Arthur Miller e Dalton Trumbo e dirigido por Louis Malle. Com banda sonora de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.